segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Ser minoria

.....Num dia como o do resultado das eleições é que se percebe como se é minoria. Minha candidata (Soninha) recebeu 266.978 votos, numa cidade de 18 milhões de habitantes. Nem todos votam, mas dentre os que votam só 4.19% deles votaram nela. Isso me diz que vivo cercada de 95.81% de pessoas que pensam diferentemente de mim - em relação ao candidato, ao que a cidade precisa, à política local. Cruz credo!!!!!!!!!!!!!!
.....Ao longo desses dias, no ponto de ônibus ou na ante-sala do teatro, fui ouvindo as curiosas opiniões das pessoas sobre as eleições. Ouvi oposição ao Kassab porque a Lei Cidade Limpa (da qual eu sou super fã) acabou com emprego dos postadores de outdoors. Ouvi apoio ao Kassab por ele ser o "anti-Marta", como se fosse uma espécie de dedetizador! Os fãs de Marta todos se renderam à oferta de internet gratuita ou, simplesmente, votam PT aconteça o que acontecer. Alckmin é um "chuchu" todos concordam: bom para a saúde, mas sem gosto. Penso que ele é um gestor competente, mas seu fracasso eleitoral confirma que a política não é a relma dos tecnocratas. Todos anunciam estas eleições terem sido "fim de linha" para ele, mas a política brasileira vive das ressureições mais inacreditáveis então tudo pode acontecer. Aliás, Maluf, o auto-declarado melhor prefeito que SP já teve é um destes fantasmas recorrentes! Será que ele agora desiste e se aposenta nas Ilhas Cayman? Já que vai ser com o meu dinheiro, gostaria que ele fosse logo!

Um comentário:

Clara Onofre disse...

Em tempo de escolha de um candidato que nos represente, existem sempre vozes discordantes. mas isso é ótimo, significa que vivemos em democracia, não é?
Tens um blog porreiro:))
Abraços xxx