terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Ano Novo UNPLUGGED

.....Uma das coisas que eu mais gosto na virada do ano é essa sensação de que um ciclo se fecha e outro se inicia. Claro que nada de fato mudou. Um dia brilhou, uma noite escureceu-o e logo seguiu outro dia, as festas aconteceram, e eis uma nova segunda-feira com as tarefas de sempre! Mas, naquele dia 31 de Dezembro de 2010, eu me sentei com as minhas resoluções do final de 2009, avaliei o quão bem eu as cumpri ao longo do ano e fiz as novas resoluções!!!
.....Dentre elas, a que já realizei com louvor no primeiro dia útil do ano foi sair do FACEBOOK e divrociar meu e-mail de trabalho do e-mail pessoal. Yupi!!!!!!!!!!!!
.....Pois é. Eu sou blogueira faz três anos, participo até de blogs de outras pessoas e fui bem ativa no FACEBOOK em 2010. Dentre as várias coisas que me hipontizavam neste software, a mais fantástica foi poder ter re-encontrado amigos e amigas que vivem em várias partes do mundo, alguns dos quais eu não via desde os 15 anos de idade! Além de ter abandonado completamente o ORKUT após entrar para o "FACE" (para os íntimos!), confesso que cheguei a negligenciar até mesmo meu blog. Parecia tão mais fácil postar algo rapidinho no FACE e logo receber um monte de comentários dos amigos. Então, porquê?
.....Começou com um grande desafio que eu enfrento para 2011. TER MAIS TEMPO. COINCILIAR O MEU TRABALHO RENTÁVEL, COM A LITERATURA e AS TAREFAS DE CASA. Parecia impossível! Teria que abrir mão de alguma coisa. O que? Não é possível deixar de comer (pior ainda, lavar os pratos!), nem de tomar banho ou passear com os cachorros, nem abandonar os exercícios ou assitir ao jornal de vez em quando, nem, nem, nem.... Mas, é possível passar menos tempo na internet. Na verdade, é MUITO possível.
.....Sempre percebi a minha atividade na internet com um vício. O que isso quer dizer? É uma espécie de descontrole. Algo que sei que não é bom (no final das contas), mas é bom na hora e, portanto, eu não resisto... Eu tenho e sempre tive a consciência de que 80% dos e-mails que eu envio são apenas remotamente relevantes. A irrelevância das minhas postagens de FACEBOOK, até mesmo para a divulgação de eventos, beira os 95%. Os resultados são ínfimos, a qualidade da troca é mínima (qualquer ligação telefônica é infinitamente melhor)...vício puro e irresistível. Estimo que ocupe algo entre 1-2 horas do meus dias!
.....Sentada no alto do meu momento reflexivo da virada tomei a decisão: criar um e-mail só de trabalho (que deve ser aberto diariamente pelas manhãs), deixar o e-mail pessoal para os intervalos (o que pode não ocorrer todos os dias) e, definitivamente, abandonar o FACEBOOK.
.....Em relação da FACEBOOK, li um artigo magnífico sobre sua criação e seu criador no New York Review of Books, baseado no filme A Rede Social, que assisti logo depois. Ajudou a me desvinciliar do "danado", a compreensão de que é um software desenhado para dar um senso de pertencimento para as pessoas, a sensação de que se tem um monte de amigos e um meio de bisbilhotar a vida das pessoas....coisas juvenis, como os estudantes que o criaram e foram seus primeiros usuários. Enfim, não quero "tirar a bunda da seringa"! Eu entrei e curti estar no FACEBOOK, tenho meu lado juvenil e bisbilhoteiro assumido. Mas, essa compreensão, acoplada ao reconhecimento de se tratar de um vício, me impulsionaram. Se os outros querem parar de beber e fumar, eu quero parar de entrar no FACEBOOK!
.....Por enquanto é isso. Caso role alguma recaída e eu volte para o FACEBOOK na calada da noite, prometo confessar. Senão, qualquer coisa, se sentirem a minha falta ou quiserem saber como vai a minha vida - me liguem um dia desses! Vamos bater um papo, um ao ano, que seja! Meu SKYPE é deborah.icamiaba (é de graça!)
.....FELIZ 2011 UNPLUGGED!

Um comentário:

Leonardo B. disse...

[o que importa, é que sem ou com rede social, eu possa, a esta distância enviar]

um imenso abraço, imenso, Deborah

e aqui é sempre possível!

LB